Bulldogma

Sinopse

Há algum tempo circulou nas redes sociais e sites de imóveis um dos mais curiosos casos imobiliários. Motivo da venda: abduções alienígenas. Segundo o anunciante, o bairro era rico em silício, o que atraía toda uma sorte de naves intergalácticas para reabastecimento. Uma série de imóveis como aquele apareceram. Assim começa a história de Deisy Mantovani, uma ilustradora de embalagens publicitárias e livros infantis que se mudou recentemente para um desses apartamentos. Sempre muito cética, nossa personagem não se deixou levar por tais comentários até presenciar fatos anormais por toda região. Acabava de sair de um relacionamento complicado. O trabalho, cada vez mais difícil. Vida profissional e afetiva entram em rota de colisão e um mundo surreal e extraterreno começa a parecer a única saída.

Acompanhamos à parte as peripécias e desventuras de uma profissional freelancer. Entre um trabalho e outro, ela resolve escrever sua primeira novela gráfica, o que nos permite acompanhar interessantes conceitos sobre arte, narrativa gráfica e os mecanismos do mercado editorial.

 

Nouvelle Vague, ficção científica, games, álcool, sexo ou a falta dele sob os olhos atentos de um buldogue francês.

 

“Confesso que essa leitura foi como um flashback da vida que já levei, e cada ponto explanado aqui pela personagem Deisy Mantovani (que já tinha aparecido em outra HQ intitulada Lobisomem sem Barba, publicada em 2014), vai nos mostrando realmente como as coisas no mundo real são, além do mais , ouviremos falar muito sobre abduções, alienígenas e conheceremos um pequeno Bulldog francês, que se chama Lino, amigo fiel da protagonista, que vive uma vida pacata sobre o teto dessa, que se sente engolida pelo mundo real, em meio a suas “piras” do dia a dia, a separação de uma pessoa que amava e calotes que todos irão se identificar”.

 

A trama já começa com a escolha de um apartamento que “quase” ninguém queria e que de fato, não conseguia ser vendido.  A recusa das pessoas pelo imóvel baseava-se sempre na mesma reclamação – sempre se ouvia falar que nesse tal apê havia algo  muito estranho –  de que que estariam ocorrendo fatos sinistros, muitos nem teriam explicação lógica, mas Deisy não pensou muito, comprou o apartamento e logo instalou o seu Home Office, dando continuidade ao seu trabalho em design de embalagens, livros infantis e aproveitando o embalo, começou a escrever uma HQ.

 

Ao longo da história, o autor vai colocando o leitor a par da vida “real” que Deisy leva.  Muitos casos, ações e calotes ali inseridos serão vistos com certa normalidade, afinal, quem não passou pelo que ela está passando? O interessante desta edição é a forma como são cuidados os detalhes em cada página, quando vemos um CD, um boneco, uma estatueta, ou até mesmo uma menção, temos ao rodapé o significado ou o que estaria se passando naquele momento.  E esses mínimos detalhes, fazem com que Bulldogma seja comparado a um pedaço de sua vida, vida essa, que você esconde dos olhos humanos, pois segredos, intrigas e conspirações sempre fazem parte da natureza humana.

 

Sexo, drogas, bebidas, relacionamentos não duradouros, festas, encontros, desencontros e até mesmo menção a pessoas importantes no cenário dos quadrinhos (por exemplo, o pessoal do pipoca e nanquim, Sidney Gusman, entre outros que são corriqueiramente citados), fazem parte da jornada que Deisy anda enfrentando, cada dia parece uma superação, uma nova maneira de viver, mas os calotes e a falta de dinheiro são constantes.

Ao final temos uma grande reviravolta, onde Lino e Deisy estão envolvidos, mas que fique claro um detalhe, cada um pode ter um entendimento singular dessa parte em especial na história , mas para saber do que se trata, sugiro que corram para a loja mais próxima e adquiram esse material ou quem sabe esbarre na  Deisy e sua trupe por ai não é mesmo? No mais, Leiam a HQ! São 320 páginas que te envolve logo de cara, que entrelaça sentimentos e que faz você pensar um pouco mais sobre tudo o que tem feito e o que acontece ao seu redor. Pequenas decisões se forem bem trabalhadas podem mudar uma vida inteira, pensem nisso.

 

 

Quer saber um pouco mais? Wagner William fez um site para que quem se interessou pela história, possa conhecer mais afundo todo seu trabalho. https://bulldogma.wordpress.com/

E que tal ler essa belezinha ouvindo uma super playlist ? Durante a leitura temos várias menções a inúmeras músicas, e o pessoal do canal Papo Zine (https://goo.gl/ZYax7a)  criou uma playlist no Spotify e vale super a pena conferir. https://open.spotify.com/user/carlosalves.neto/playlist/0qqxgNjb3TVorLQ7W30WxH

 

Bulldogama

Autor: Wagner Willian

Ano de lançamento: 2016

Editora: Veneta

Páginas: 320

 



Magno Mustang

Publicitário por formação, habilitado em Web Designer, leitor aficionado, louco por gatos e nas horas vagas jogador de Magic.


Comentários




Pin It on Pinterest

COMPARTILHAR